Crescimento profissional e pessoal: Aprendendo com os fracassos

Página 38: Aprendendo com os fracassos

/pt/crescimento-profissional/a-importancia-de-aprender/content/

Aprendendo com os fracassos

O fracasso é algo que geralmente a gente tenta evitar e, ainda que façamos nosso melhor, é provável que ele aconteça. É difícil aceitar, mas ele pode ser uma oportunidade de aprender.

Alguns anos atrás, Carlos escreveu seu primeiro livro. Era uma história de ficção científica sobre energia renovável e um amor não correspondido. Infelizmente, ele não teve o sucesso que esperava.

Seu objetivo era criar uma grande obra. No entanto, quando o produto final não atendeu às suas expectativas, ele considerou ter fracassado.

O tempo passou e ele aprendeu mais sobre como escrever e contar histórias, por isso já não se  sentia totalmente fracassado.

Carlos pensando sobre seu livro

Ele costumava começar cada projeto como se tudo fosse ser um sucesso, mas quando o resultado não era tão bom quanto pensava, se angustiava por causa de sua aparente falta de talento e prometia nunca mais sair de casa. Mas esse comportamento não o levava para lugar nenhum.

Depois de refletir sobre seu livro, acabou percebendo que suas habilidades precisavam ser fortalecidas. Por isso decidiu estudar para melhorar sua narrativa e procurou novos temas para se inspirar.

Finalmente, ele reuniu a confiança para contar uma história sobre um ganso maluco e pensou que finalmente tudo ficaria bem, mas infelizmente falhou novamente.

Ele entendeu que isso era apenas parte do processo para avançar. E ainda que seu trabalho não tivesse sido perfeito, foi uma oportunidade para crescer.

O processo para avaliar seus erros.

Mesmo que sua louca história de ganso não tenha sido boa, já era melhor que o livro.

Foi então que ele começou outro projeto com um dinossauro esperto e esse ficou melhor que o conto de ganso. Ele não tinha se tornado um autor muito famoso, mas já percebia uma diferença em seu trabalho.

Se julgarmos esses projetos a partir do seu propósito inicial, então sim, eles falharam como grandes obras. No entanto, graças a essas experiências, Carlos se tornou um escritor melhor.

Sua história mostra como pode ser difícil se adaptar e aprender com os erros.

É importante deixar claro que, embora o fracasso possa desapontá-lo e ser um choque emocional muito forte, isso não significa que você seja um inútil. Significa que você assumiu um risco e dedicou tempo e esforço a algo que simplesmente não deu certo. Isso é tudo!

É apenas uma parte do processo para avançar.

Você pode ficar triste por um tempo, mas não deve ficar parado neste sentimento. Se você realmente quiser melhorar, analise o que aconteceu.

É provável que você tropece ao tentar fazer coisas novas, mas se você tem uma meta a alcançar, lute por isso. E mesmo que ela não aconteça, aprenda tudo o que puder com essa experiência.

Seja curioso e tenha a melhor atitude para superar qualquer barreira, já que a falha sempre será temporária. 

/pt/crescimento-profissional/linguagem-corporal/content/