Ver Lições

Página 2: Sua relação com o dinheiro é boa?

/pt/controle-financeiro-familiar-e-pessoal/seja-bem-vindo/content/

Sua relação com o dinheiro é boa?

Você sabe como o dinheiro foi inventado?

Nosso curso inteiro será baseado no dinheiro, por isso é importante saber um pouco mais de suas origens. Imagine que o dinheiro é uma coisa relativamente nova na história da humanidade, isso porque nós surgimos na Eurásia e Oceania há uns 40 mil anos e o uso de um primeiro objeto como moeda de troca tem origens aproximadas de 3000 anos na China onde curiosamente usavam conchas, isso mesmo, conchinhas do mar como moeda de troca.

Bem, o propósito do dinheiro é servir como objeto de troca, mas isso significa que antes das "conchinhas" não existia dinheiro? Não com o conceito que temos agora, as pessoas trocavam algumas coisas por outras, por exemplo, um criador de galinhas ia até o mercado central e trocava duas delas por um saco de arroz, mais outra por um quilo de feijão e assim por diante. Desta forma todos acabavam atendendo suas necessidades básicas.

Mas chegou um tempo em que esse mecanismo já não atendia as necessidades das pessoas, porque nem sempre alguém queria tantas galinhas, ou tanto arroz, etc. Foi daí que pensaram em algo mais universalizado e, na idade média começaram a criar as moedas com o rosto de seus imperadores estampados. Percebemos então uma evolução até chegarmos nos nossos cartões de créditos atuais, e estou seguro de que isso não vai parar por aí.

Mas como nos relacionamos com o dinheiro?

Ele se tornou parte fundamental das nossas vidas, as pessoas sonham com ele e querem trabalhar para tê-lo cada vez mais. Ele faz parte do nosso dia a dia e criamos a ideia de quem o tem muito é feliz e quem tem pouco não pode nada. Para cada coisa que queremos ter, seja uma balinha, precisamos dele, ele se tornou uma das bases da nossa sociedade, é motivo de alegria e de guerra, de paz e de ódio.

Acreditamos que é preciso saber se relacionar bem com ele, justamente por ser uma força tão grande não só física como psicológica. Muitas pessoas enlouquecem por conta de suas dívidas, outros se desesperam por não poderem pagar o aluguel do mês e a ausência dele faz de algumas vidas uma tristeza absoluta.

Precisamos saber que ele precisa ser respeitado, que devemos assumir dívidas contando apenas com o que realmente temos, saber se nossas fontes de entrada são garantidas (mesmo que temporariamente), se podemos acrescentar um pouco mais ao ingresso mensal através de um trabalho extra, etc.  E por fim, também contar, conferir, fazer orçamento, ou seja, precisamos tê-lo sob controle.

Há um ditado brasileiro muito interessante, "Dinheiro na mão é vendaval", e ele é muito certo, algumas pessoas quando veem uma grande quantidade de dinheiro nas mãos começam a gastar à-toa, compram um monte de coisas que não precisam e depois quando necessitam de verdade, não tem para usar com o importante.


Atenção: Quando sobrar dinheiro, seja o quanto for, ele deve ser guardado. Num futuro ele pode ser muito útil. Dinheiro na mão é vendaval.
Veja nesta infografia quais são os elementos mais importantes que você deve ter em relação ao dinheiro.

Dicas Importantes para controlar seu dinheiro

/pt/controle-financeiro-familiar-e-pessoal/voce-se-controla-bem/content/