Cultura e conhecimentos gerais: Bolsas de estudo para a Faculdade

Página 2: Bolsas de estudo para a Faculdade

/pt/cultura-e-conhecimentos-gerais/cuidados-com-o-uso-dos-fones-de-ouvido/content/

Bolsas de estudo para a Faculdade

Há muitas formas de conseguir fazer uma graduação no Brasil. Diferentemente do que alguns pensam, o ensino superior é uma realidade cada vez mais presente. Ter paciência é fundamental para pesquisar as possibilidades de bolsas que um estudante de graduação pode ter. Quando esta busca é feita com cuidado, o candidato a um programa de graduação terá uma visão mais ampla das suas condições efetivas para fazer uma faculdade e saberá qual é o cenário que pode ser apresentado. Nas universidades privadas, é possível obter bolsas, descontos, financiamento e outros incentivos para que o estudante se vincule a elas e tenha um apoio para estudar. Já nas universidades públicas, por serem gratuitas, algumas vezes os alunos recebem uma ajuda para se manterem enquanto estudam.

É verdade que a maioria das bolsas de estudo brasileiras para a graduação são de caráter econômico, ou seja, o candidato deve demonstrar de forma documentada que ele ou familiares não tem condições de pagar a faculdade.

Abaixo apresentamos algumas das bolsas de estudo para a faculdade mais comuns em nosso país:

Tipos de Bolsas e recursos

PROUNI

O programa universidade para todos (PROUNI) foi criado pelo governo federal do Brasil em 2005. A ideia principal desta iniciativa é permitir o acesso de pessoas menos favorecidas aos cursos superiores de graduação. Como em quase todos os programas, o primeiro requisito que permite alguém a ter uma bolsa destas é a nota do ENEM (Exame nacional de ensino médio) que é realizado todos os anos e qualquer pessoa que tenha concluído o ensino médio pode fazê-lo. Com a nota obtida neste exame, o candidato poderá escolher um curso em algumas das muitas universidades e faculdades privadas vinculadas ao programa e ter de forma total ou parcial o curso custeado pelo governo. Vale lembrar que, para se candidatar a essa bolsa, é necessário estar dentro de um grupo de condições tais como; ter estudado em escolas públicas, ter renda de cada membro da família não ultrapassando a um salário mínimo. Aqui estão alguns links para que você tenha mais informações acerca desta bolsa. ENEM  e  Prouni

BOLSA SOCIAL

Muitas das grandes universidades privadas brasileiras, possuem suas próprias bolsas de programas sociais. Estes programas, seguem quase que os mesmos critérios que o PROUNI, contudo, todo o processo é realizado diretamente com a universidade no chamado vestibular social. Nesta ocasião, a universidade elegerá alguns cursos onde o candidato que passar no processo seletivo terá total ou uma porcentagem de desconto. Normalmente essas bolsas são para os curso menos procurados. Podemos destacar aqui também uma bolsa chamada Incentivo à licenciatura que é cedida para os alunos que desejam ser professores. Ela pode variar de 10 a 50% de desconto na mensalidade. Para ter mais informações sobre esta modalidade de bolsa, você deverá estar atento no próprio site da universidade escolhida dentro da seção vestibular social ou bolsas. 

ESCOLA DA FAMÍLIA

O governo do estado de São Paulo concede esta bolsa de estudos para quem presta serviços aos sábados e domingos em escolas ou instituições publicas estatais. Desta maneira, o estudante tem 100% do seu curso pago em troca desta prestação de serviços. Veja no site a seguir mais informações a respeito desta modalidade e fique atento aos programas de bolsa do seu estado ou município. Escola da Família

INICIAÇÃO CIENTÍFICA / INICIAÇÃO A DOCÊNCIA

Uma instituição privada ou algum órgão do governo, como a CAPES ou FAPESP  possuem bolsas de estudos para alunos que estejam vinculado a pesquisa ou a docência. Para se candidatar a essas bolsas, o estudante deve já estar vinculado à universidade e estar atento quando da abertura do processo seletivo para esses programas. Um dos principais requisitos para classificar positivamente o candidato nesta bolsa é sua média de notas.  CAPESFAPESP

MONITORIA

Nesta modalidade de bolsa, o aluno que possui ótimos resultados acadêmicos pode se tornar monitor de uma determinada disciplina, ou seja, ele auxilia o professor responsável pela matéria no ensino para os alunos de turmas anteriores. Essas bolsas são bem interessantes pois permitem inclusive que o aluno use este tempo como horas complementares caso o curso dele exija este aspecto.  Essa bolsa é exclusiva para alunos que já estejam estudando e que tenham notas alta.

Financiamento Estudantil

FIES

Financiamento Estudantil é uma espécie de empréstimo que você faz para pagar seus estudos. Por ser um empréstimo, alguns anos após ter concluído sua universidade, você deverá devolver este dinheiro ao banco que lhe emprestou, normalmente a Caixa Econômica Federal. Este financiamento pode ser usado também para a pós-graduação. O interessante deste financiamento é que os juros são baixos e se supõe que quando você já esteja graduado tenha um trabalho adequado que lhe permitirá pagar o valor usado. Há ainda outros empréstimos em bancos privados que podem ser usados para o pagamento de estudos. FIES

Sugerimos que você esteja atento a estas bolsas e possibilidades, dedique bastante tempo e leia com atenção os sites oficiais destes programas. Lembre-se de que tentar não custa nada, o máximo que você pode receber sendo pessimista é uma resposta negativa, contudo, se não tentar, será impossível. Tente, a universidade é uma realidade muito próxima daqueles que realmente desejam estudar.

/pt/cultura-e-conhecimentos-gerais/como-incluir-os-exercicios-fisicos-na-sua-vida/content/